Entre as principais tendências no mundo dos supermercados estão processos mais ágeis no checkout e mais engajamento digital.

Abaixo estão as principais tendências de 2017 para o setor:

1. Mais Engajamento Digital: A geração conhecida como Millennials já começou a formar suas famílias e com isso está se tornando um grande consumidor para o setor.   Para conseguir a atenção e o engajamento dessa tão exigente Clientela, os supermercados terão que acertar seus movimentos no mundo digital.  Marcas irão equipar suas lojas com Beacons (sensores embutidos nas prateleiras, placas e display’s) para poderem oferecer, através de interação, personalizada, com os celulares dos consumidores, via bluetooth, descontos, promoções etc.  Algumas redes já tem seus aplicativos onde é possível fazer compras, pagar, obter descontos especiais e muito mais.   E para aqueles que querem ainda mais conveniência, as marcas estão melhorando seu e-commerce, compras no aplicativo e delivery, como você pode ver no vídeo abaixo.

2. Mais conveniência e agilidade para comprar e pagar: Consumidores querem pagar suas compras e sair da loja o mais rápido possível. O movimento mais falado nessa direção foi feito pela Amazon em sua loja de conveniência piloto.  A experiência Amazon Go é uma loja sem caixas (checkout) e sem filas, onde o Cliente (por enquanto apenas funcionário da Amazon) pode, usando o aplicativo móvel da marca, fazer suas compras pegando os produtos das prateleiras e simplesmente sair.  Tudo é contabilizado na conta do Cliente no aplicativo.  Se não viu, olha o vídeo abaixo:

Movimentos experimentais como esse caso da Amazon, irão com certeza acelerar movimentos de varejistas do segmento em busca de melhorar a sua experiência de compra, principalmente na hora do caixa.

Varejistas como Sam’s Club e Kroger estão testando pagamentos via smartphone e com dispositivos de mão que para que os Clientes escaneiem os produtos para fazer a compra.  Walmart já possui vários pontos de Click and Collect (o Cliente compra no site e vai pegar nesta estação de coleta).

3. Mais variedade de produtos: Os consumidores encontrarão mais opções de frutas e verduras orgânicas.  Mais variedade de produtos sem glúten e sem lactose também.  Haverá mais incentivo aos produtores locais.

4. Mais kits refeição: Negócios como Plated, Blue Apron e Hello Fresh continuarão a crescer.  Já falei sobre esse modelo de negócio aqui > http://fredalecrim.com.br/2016/06/13/refeicao-e-experiencia-de-chef-de-cozinha-por-assinatura/

Mas, os supermercados também irão aderir. A aqui no Brasil um movimento recente nessa direção foi da SADIA em parceria com o famoso Chef de cozinha James Oliver.  Receitas em um kits refeição prontas para cozinhar.  Olha aqui >  http://www.sadia.com.br/jamieoliver/sadia-e-jamieoliver.html

5. Mais acesso a informação sobre os produtos:  Uma nova etiqueta inteligente nas embalagens vai permitir que os consumidores tenham informações detalhadas sobre o que estão comprando.  Basta escanear essa etiqueta com o smartphone para encontrar essas informações.  A ideia é que essa tecnologia esteja nos supermercados até o final de 2017.

É isso, agora é manter essas tendências no seu radar.  Quais podem verdadeiramente impactar o seu negócio?  Observe seus Clientes.  Eles são digitais, já compram pelo celular?  O que implementar agora no seu negócio?  O que deve ficar para depois?

E se você não é do segmento, alguma dessas tendências pode te ins-pirar a fazer algo d!f3r3nt3 para aumentar seus resultados?

Aja já!

Forte abraço,

F R E D A L E C R I M

fonte:  http://www.chainstoreage.com/article/five-top-trends-grocery-stores-01